Ganhe Dinheiro Clicando

sábado, 13 de outubro de 2012

Em dois anos, mulher brasileira põe 10% mais grana em casa

Aumento de domicílios chefiados por elas tem a ver com mercado de trabalho, diz Ipea

 A contribuição da renda feminina na família subiu de aproximadamente 30% para mais de 40% de 2009 para 2011, conforme aponta a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) "Primeiras Análises sobre o Mercado de Trabalho Brasileiro", referente a 2011, divulgada pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). A pesquisa compara os dados do ano passado com sua edição anterior, a PNAD 2009.

O estudo diz também que o aumento da proporção de domicílios chefiados por mulher é crescente, e guarda estreita relação com o aumento da participação feminina no mercado de trabalho.

— Apesar de a mulher brasileira estar assumindo o papel de provedora, ela continua sendo a principal responsável pelo cuidado doméstico, mesmo na condição de ocupada.

A pesquisa observa que a mulher ainda cuida da casa, mas trabalha mais, e, além da queda na taxa de desemprego entre elas, a remuneração cresceu.

Em dez anos (2001-2011), o percentual de desocupação entre elas caiu de 13% para cerca de 10%, enquanto o rendimento médio real cresceu mais que o dos homens no mesmo período. Enquanto para as mulheres o avanço foi de 27,5%, para os homens o rendimento subiu 19,1% no período.

O estudo ressalta que o aumento da participação das mulheres no total de ocupados nesse mesmo período representa uma melhora significativa na inserção de mulheres no mercado de trabalho.

A crise

Sobre o desempenho da taxa de desemprego no Brasil, o estudo diz que o aumento e a queda do número de trabalhadores parados após a crise podem ser contextualizados internacionalmente.

— Enquanto o Brasil está entre os países que experimentaram os menores aumentos na taxa de desocupação entre 2008 e 2009, ele foi um dos países que mais conseguiram reduzir
essa taxa de 2009 a 2011. No contexto internacional, tanto os efeitos negativos da crise não foram tão significativos sobre o mercado de trabalho brasileiro, como o Brasil foi capaz de reverter e mais do que compensar esses efeitos até 2011.

No entanto, a crise refletiu na taxa de participação no mercado de trabalho de forma mais acentuada nas mulheres, ainda elas tenham aumentando a participação em relação à última década. Enquanto a participação delas caiu 2,1% de 2009 a 2011, a participação dos homens foi menos significativa — de 1,6%.

Mulheres na escola

Apesar das melhoras estatísticas no rendimento, participação no mercado de trabalho e ocupação das mulheres no Brasil, o percentual de mulheres jovens fora da sala de aula aumentou mais que o percentual de mulheres estudando.

Segundo o estudo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de 2009 a 2011, a quantidade de mulheres de 15 a 24 anos estudando aumentou 3,9%, ao passo que a soma de mulheres jovens longe dos livros avançou 8,3% no período, apesar da queda na taxa de fecundidade entre as mulheres de 15 a 19 anos registrada no período.

Fecundidade e renda

As mulheres brasileiras estão constituindo seu domicílio e vivendo com um companheiro antes de engravidar, aponta o Ipea.

Entre as adolescentes que tiveram filhos predominaram as cônjuges, ou seja, pode-se dizer que a fecundidade ocorreu predominantemente em uma união, seja como consequência desta ou podendo ser levado à união.

Assim, o Brasil segue um movimento crescente no qual a mãe chefia a família. Em relação a 2009, 9,7% mais mães adolescentes chefiavam as famílias em 2011, por exemplo.

fonte:R7

União Europeia leva o Prêmio Nobel da Paz de 2012

O júri destacou as conquistas para "o avanço da paz e a reconciliação" na Europa

A União Europeia (UE) foi agraciada nesta sexta-feira (12) com o Prêmio Nobel da Paz de 2012, informou o Comitê Nobel da Noruega. O júri destacou, em sua justificativa, as conquistas para "o avanço da paz e a reconciliação" na Europa, assim como para o estabelecimento "da democracia e dos direitos humanos" no continente.

Em 2011, o Nobel da Paz fora concedido a três mulheres: a presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf, a também liberiana Leymah Gbowee e a ativista iemenita Tawakkul Karman.

O presidente da Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia), José Manuel Barroso, assinalou nesta sexta-feira (12) que "é uma grande honra" para a União Europeia (UE) ter sido agraciada com o prêmio Nobel da Paz 2012.

De Mandela a Obama, saiba quem levou o Nobel da Paz nos últimos anos

Barroso fez a declaração em seu pronunciamento para a imprensa, ao mesmo tempo em que destacou que a UE conseguiu reunir 27 países sob os valores "do respeito, do império da lei e dos direitos humanos".

Após ser divulgada a concessão do prêmio, a Comissão Europeia felicitou todos os cidadãos europeus também através de uma mensagem na rede social Twitter.

"Um reconhecimento muito bem-vindo para a União Europeia por seu papel único como força da paz e da estabilidade entre 27 países e 500 milhões de habitantes", assinalou a vice-presidente e comissária europeia de Justiça, Viviane Reding.

Criada em 1957 por seis países que assinaram o Tratado de Roma, a comunidade europeia se ampliou progressivamente até chegar a ser os 27 estados que a formam na atualidade, e aos quais incorporou desde o dia 1º de janeiro de 1986 Espanha e Portugal e durante a última década países do antigo bloco soviético.

A comissária da Cooperação Internacional e da Ajuda Humanitária, Kristalina Giorgieva, assegurou se sentir "orgulhosa de ser europeia. É um reconhecimento a décadas de contribuição à paz e à reconciliação, à democracia e aos direitos humanos".

 "Estou feliz com o prêmio Nobel da Paz para a UE. Inesperado e um reconhecimento muito bem-vindo sobre a importância da cooperação europeia", afirmou a comissária de Interior, a sueca Cecilia Malmström, que da mesma forma que seus colegas do colégio de comissários utilizou uma rede social para expressar sua satisfação com o prêmio.

O presidente do Conselho Europeu, o belga Herman Van Rompuy, também se mostrou orgulhoso com a condecoração afirmando, em Helsinque que está "feliz e muito orgulhoso" pela concessão do Prêmio Nobel da Paz 2012 à União Europeia (UE).

"Todos estamos muito orgulhosos que os esforços da UE para manter a paz na Europa tenham sido recompensados", disse Van Rompuy à imprensa, pouco após saber da decisão do Comitê Nobel da Noruega.

"A Europa superou duas guerras civis no século XX, e construímos e mantemos a paz graças à União Europeia. Portanto, a União Europeia é o maior construtor de paz da história, e o Nobel premiou isto", acrescentou.
A entrega dos Nobel será realizada, de acordo com a tradição, em duas cerimônias paralelas, em Oslo para o da Paz e em Estocolmo para os restantes, no dia 10 de dezembro, coincidindo com o aniversário da morte de Alfred Nobel.
Felicitações
A chanceler alemã, Angela Merkel, qualificou como "decisão maravilhosa" a concessão do Prêmio Nobel da Paz à União Europeia (UE), destacando seu caráter de "impulso ao euro", como ideia que vai além da mera "união monetária".

"A UE foi construída sobre as cinzas de duas guerras e o prêmio representa para mim, pessoalmente, um notável impulso nos esforços comuns para o projeto europeu", declarou o Nobel.

A chanceler disse que repetiu "em muitas ocasiões que o euro é mais do que uma moeda", sobretudo após a explosão da crise da dívida na eurozona, e pediu para "não se esquecer nunca de que no fundo a divisa comum representa um projeto de paz conjunta".

Além disso, a chefe do Governo alemão lembrou que no 50º aniversário da assinatura do Tratado de Roma se ressaltou que os países-membros da UE estão unidos "para sua própria sorte" e que a concessão do Nobel testifica isso.

Em comunicado, o ministro de Relações Exteriores alemão, Guido Westerwelle, expressou seu orgulho e satisfação com o Nobel da Paz à UE e qualificou a integração europeia como "o mas bem-sucedido projeto pela paz da história".

"Sobre as ruínas de duas terríveis guerras mundiais cresceu a paz e a liberdade, os inimigos acérrimos se transformaram em bons amigos e aliados inseparáveis", expressou Westerwelle.

O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen,  também felicitou nesta sexta-feira (12) a União Europeia (UE) por ter sido agraciada com o prêmio Nobel da Paz 2012 e lembrou que esta organização foi uma peça-chave na hora de "dar forma à nova Europa".

"A UE desempenhou um papel vital na cura das feridas da história e na promoção da paz, da reconciliação e da cooperação na Europa", afirmou em comunicado.

Além disso, Rasmussen destacou a contribuição dos 27 países do bloco para o avanço "da liberdade, da democracia e dos direitos humanos em todo o continente e além". 





fonte:R7

Policiais de UPP prendem chefe do tráfico da parte baixa da Rocinha

Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha prenderam, na tarde deste sábado (13), Rodrigo Belo Ferreira, de 30 anos, o Rodrigão, apontado como chefe do tráfico da parte baixa da favela de São Conrado, Zona Sul do Rio de Janeiro. De acordo com a polícia, desde a prisão do traficante Antonio Bonfim Lopes, o Nem, Rodrigão vinha assumindo o comando na venda de drogas daquela região. Contra ele há mandados de prisão por tráfico de entorpecentes.
A polícia informou ainda que Rodrigão foi localizado em uma casa na localidade conhecida como Roupa Suja após agentes receberem denúncia de moradores da Rocinha. Ele estava com uma pistola 9 milímetros e um carregador, mas não resistiu a prisão, ainda de acordo com os policiais.
Um homem identificado como Rafael dos Santos Martins de Souza, de 23 anos, que estava com Rodrigão no momento da chegada da polícia, também foi preso, segundo os agentes.
O caso foi registrado na 14ª DP (Ipanema).
Desaparecimento de modelo e invasão a hotel
O Disque-Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 2 mil por informações que levassem a captura de Rodrigão. Segundo informações do Disque-Denúncia, Rodrigão estaria envolvido no desaparecimento da modelo Luana Rodrigues e da amiga dela, Andressa Oliveira, na Rocinha, e teria participado da invasão ao Hotel Intercontinental, em São Conrado, em agosto de 2010.
A invasão ao hotel ocorreu após criminosos trocarem tiros com a polícia na Rua Aquarela do Brasil, no mesmo bairro. De acordo com a polícia, a quadrilha que invadiu o local era chefiada pelo traficante Nem. Uma mulher morreu e quatro policiais militares ficaram feridos durante o tiroteio. Trinta e cinco pessoas foram feitas reféns pelo grupo. Dez suspeitos foram presos.

UPP da Rocinha
Inaugurada oficialmente em 20 de setembro, a UPP da Rocinha é a maior da cidade. Cerca de 100 câmeras vão ajudar a monitorar a comunidade e 700 policiais patrulham cerca de 840 mil metros quadrados de área, dividida em 25 localidades menores. A sede foi construída no Parque Ecológico, no alto da comunidade. Inicialmente, o comando da UPP funciona em quatros contêineres perto da entrada do parque, enquanto oito bases avançadas ficam em pontos estratégicos.
No interior dos contêineres onde fica a base provisória da unidade, os policiais têm acesso a todo o bando de dados do Disque-Denúncia e sabem quais os criminosos estão sendo procurados pela polícia. Os PMs também têm acesso a um mapa com toda a geografia da comunidade e conseguem visualizar, por meio dos rádios instalados nas carros da PM com GPS, onde cada policial está, em tempo real.
Desde a ocupação pelas forças de segurança, em novembro de 2011, 13 assassinatos foram registrados na Rocinha, 12 deles em 2012. Duas vítimas eram policiais militares. Todos os crimes foram esclarecidos por investigações em até 48 horas e com a ajuda da população.
Na comunidade, o patrulhamento feito por motocicleta é fundamental para garantir a eficácia do trabalho dos policiais, já que, segundo o coronel Rogério Seabra, 92,25% da Rocinha não é patrulhável por veículos de 4 rodas.
Há 12 anos na Polícia Militar, o comandante da UPP da Rocinha é o major Edson Santos, que já comandou equipes quando era integrante do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e quando fazia parte do policiamento na Barreira Fiscal do Estado.
A prisão de Nem
Apontado como chefe do tráfico de drogas da Rocinha, Nem foi preso na madrugada de 10 de novembro de 2011, na Lagoa, Zona Sul da cidade, quando tentava fugir da Rocinha escondido no porta-malas de um carro Toyota Corolla preto. O veículo em que estava foi abordado por policiais do Batalhão de Choque que faziam uma blitz em um dos acessos à favela.
No dia anterior, os traficantes Carré, Coelho e outros suspeitos foram presos durante uma ação da Polícia Federal na Zona Sul. Entre os presos estavam três civis e dois ex-PMs, que escoltavam o bando que tentava fugir da Rocinha.
Três dias após a prisão de Nem, policiais militares, civis e federais, com o apoio de fuzileiros navais, ocuparam as favelas da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu.
No dia 19 de novembro do ano passado, Nem foi transferido do presídio de Bangu I, na Zona Oeste do Rio, para a unidade prisional em Campo Grande, com outros três traficantes: Flávio Melo dos Santos, Carré e Coelho.

fonte: G1

Fórmula Truck: veja como foi o impressionante acidente de Diumar Bueno em Guaporé

Caminhão do piloto derrubou um muro e caiu em uma área interna de acesso ao autódromo gaúcho

 Um grave acidente marcou o último treino livre para a oitava etapa do Campeonato Brasileiro da Fórmula Truck, neste sábado, 13, no circuito gaúcho de Guaporé.

O paranaense Diumar Bueno despencou com seu caminhão Volvo número 11 de uma altura de cerca de 15 metros após bater em uma barreira de pneus no
final da reta principal e romper o muro de proteção, caindo em uma área  interna de acesso ao autódromo.

O piloto, que teve fraturas nas duas pernas e no braço direito, além de um corte na
língua, manteve-se consciente durante toda a operação de resgate e foi encaminhado ao Hospiital Manoel Francisco Guerreiro, em Guaporé, local onde foram feitos os primeiros procedimentos e constatadas as lesões.

Em seguida, foram tomadas as providências para sua transferência para Curitiba, de avião, cidade em que reside.


A presidente da categoria, Neusa Navarro, conversou com Diumar e relatou que ele está bem, dentro do possível.


"O Diumar conversou com os médicos durante todo o tempo e também falei com ele. Apesar do susto, está tudo bem com ele, voltamos lá do hospital bem aliviados”, ponderou Neusa.


Estima-se que ele deveria estar a 190km/h no momento do impacto, provocado por um defeito no sistema de freios, segundo relatou o próprio Diumar, após ter passado a 184km/ pelo radar posicionado na reta.


Em razão do acidente, o treino foi interrompido. Quando reiniciado, o gaúcho Régis Boessio (Mercedes-Benz) fechou com a melhor marca, em 1min25s792, apenas 0s006 à frente de Felipe Giaffone (MAN-Volkswagen).

A prova está marcada para este domingo, a partir das 13h (horário de Brasília), com
transmissão ao vivo pela Band.

Foto: Divulgação/Fórmula Truck

 Resultado do 4º treino livre da Fórmula Truck em Guaporé-RS:

1º   Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 1min25s792

2º   Felipe Giaffone (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 1min25s798
3º   Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 1min25s807
4º   Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 1min26s026
5º   Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 1min26s205
6º   Pedro Gomes (SP/Ford), 72 Sports, 1min26s977
7º   Danilo Dirani (SP/Ford), 72 Sports, 1min27s047
8º   Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 1min27s052
9º   André Marques (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 1min27s357
10º Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 1min27s482
11º Paulo Salustiano (SP/Volvo), ABF/Volvo, 1min27s538
12º Renato Martins (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 1min27s554
13º Luiz Lopes (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 1min27s593
14º Débora Rodrigues (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 1min27s627
15º João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 1min27s646
16º Djalma Fogaça (SP/Ford), 72 Sports, 1min27s685
17º Adalberto Jardim (SP/MAN-Volkswagen), AJ5 Competições, 1min27s788
18º Luiz Pucci (ARG/Volvo), ABF/Volvo, 1min28s328
19º Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 1min28s410
20º Diumar Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, 1min29s100
21º João Ometto Neto (SP/Iveco), Marinelli Competições, 1min29s245
22º Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 1min48s829

 

 

fonte:uol

Pessoas normais não gostam de 'Ai Se Eu Te Pego', diz crítico







São Paulo - O crítico do jornal britânico The Guardian, Joe Bishop, abriu uma polêmica após publicar uma nota sobre a música, 'Ai Se Eu Te Pego', de Michel Teló.

"Esta faixa é essencialmente a razão pela quais europeus e sul-americanos não são confiáveis com qualquer coisa relacionada à música pop. Ela teve quase 500 milhões de visualizações no YouTube, que é a mesma quantidade de retweets que Justin Bieber recebe por escrever 'Bom dia'", escreveu Joe Bishop.

O jornalista também criticou o uso de alguns instrumentos utilizados por Teló em sua versão para o hit.

"Michel Teló é um músico brasileiro que acha que é OK colocar acordeões nas músicas. Deixa eu te dizer uma coisa, Michel: sanfona não tem lugar na música pop. É um instrumento antiquado que faz todas as canções ficarem parecidas com jingle de um rádio romena. E é exatamente isso que Ai Se Eu Te Pego acabou se assemelhando"

Na Europa, Ai Se Eu Te Pego alcançou o primeiro lugar nas paradas de diversos países, como Alemanha, Bélgica, Bulgária, República Checa, França, Itália, Polônia, Romênia, Espanha, Suécia e Suíça.

"É o hit número 1 em qualquer lugar menos aqui (no Reino Unido) e nos Estados unidos, onde as pessoas são normais, pensam direito e não falam português. Deus salve a rainha e tudo mais", completou o jornalista.

Para conferir a versão na íntegra: The Guardian.                                 fonte:d24am

Renato Aragão e Dedé comentam perda do criador de 'Os trapalhões'

Velório de Wilton Franco começou às 18h em Penha, no Norte de SC.
Cremação está prevista para segunda-feira (15), em Balneário Camboriú.



O velório de Wilton Franco, criador do programa 'Os Trapalhões', começou às 18h no Salão Paroquial da igreja matriz de Penha. A cerimônia de cremação está prevista para segunda-feira (15) às 19h, no Crematório Vaticano, em Balneário Camboriú. Renato Aragão e Dedé Santana comentaram neste sábado (13) a perda do criador e diretor do programa 'Os trapalhões'.
Franco morreu aos 82 anos na manhã deste sábado em Penha, no Norte de Santa Catarina. Franco teria passado mal em sua casa, com princípio de AVC e foi encaminhado para o Hospital de Penha, onde teve uma parada cardiorrespitatória e morreu por volta das 10h30.

"O raciocínio dele era muito rápido. Às vezes eu dizia 'isso aqui tá pegando, tá faltando um desfecho' e ele dava um na hora. O Wilton é uma grande referência que a televisão perdeu", disse Renato Aragão.
"Ele era mais que um amigo, foi um paizão para mim. Ele é o construtor do humor no Brasil, tenho muito orgulho de dizer que fui dirigido por ele", disse Dedé Santana.
Nos últimos 10 anos Franco trabalhou como consultor do Parque Beto Carrero World. “Cada vez que recebíamos algum jornalista renomado, perguntavam por ele. Ele sempre contribuía com dicas e era admirado e respeitado por todos os formadores de opinião que o conheciam, pelo  trabalho que fez na TV Brasileira”, comenta Malu Barreto, Coordenadora de Comunicação e Imprensa do Parque Beto Carrero World.
Um dos diretores da TV Excelsior na década de 60, Wilton Franco reuniu quatro artistas para a criação do humorístico "Adoráveis Trapalhões" em 1966: Wanderley Cardoso (cantor da Jovem Guarda), Ted Boy Marino (lutador dos programas de telecatch), Ivon Cury (cantor e ator de chanchadas) e Renato Aragão, o Didi, que ganhava destaque no cinema e nas emissoras de televisão do Rio de Janeiro na época.
Como apresentador, atuou no programa "Balança, mas não cai" nos anos 50 na Rádio Nacional. Além de "Os Trapalhões", Wilton Franco ambém dirigiu "Essa gente inocente" nos anos 60 na TV Excelsior e "O povo na TV" na TVS (atual SBT) na década de 1980, programa que também apresentava. "Hoje é sábado" e "Moacyr Franco Show" foram outros dois programais dos quais ele dirigiu, ambos na TV Tupi.
A partir de 1988, "Os Trapalhões" passou a ter direção geral de Wilton Franco - e com redação final dele e de Renato Aragão - e a ser transmitido ao vivo, direto do Teatro Fênix. Com a morte de Zacarias dois anos mais tarde, o programa precisou ser reinventado. Com direção ainda a cargo de Wilton Franco e supervisão de criação de Chico Anysio, "Os Trapalhões" era dividido em duas partes, com shows musicais e esquetes com Didi, Dedé e Mussum contracenando com comediantes convidados. Franco deixou a direção do programa em 1992, sendo substituído no ano seguinte por José Lavigne.

 fonte: G1

Flamengo 1 x 1 Cruzeiro: Em jogo movimentado, equipes lutam, mas amargam empate

Liédson marcou para o Flamengo e Everton para o Cruzeiro. As duas equipes seguem em situação indefinida no campeonato.

Flamengo e Cruzeiro se enfrentaram neste sábado, no Engenhão, pela 30ª rodada do Brasileirão. Se o objetivo do Flamengo é espantar de vez o fantasma do rebaixamento, o do Cruzeiro era lutar pela remota possibilidade alcançar uma vaga na Libertadores. Ambas as equipes não conseguiram alcançar seus objetivos e saíram com um amargo empate, principalmente para o Flamengo, que teve um gol mal anulado durante a segunda etapa.

Até o fim do jogo, muita emoção. As duas equipes buscaram o tempo todo o gol da vitória, já que o empate é um péssimo resultado para suas atuais pretensões no campeonato. Não alcançaram seus objetivos e agora terão que buscar resultados melhores nas próximas oito rodadas. Em 14º, o Flamengo enfrenta na próxima rodada, na quarta-feira, a Portuguesa, no Canindé, às 22h. Já o Cruzeiro recebe o Corinthians, no Melão, também na quarta às 22h

A mil por hora

O jogo começou em ritmo alucinante. O Flamengo pressionava o Cruzeiro, e chegava a 61% de posse de bola. O time celeste apostava no contra-ataque, principalmente com a dupla Montillo e Ceará pelo lado direito. O primeiro gol saiu aos 11 minutos. E foi dos donos da casa. Ramon cruzou para Vágner Love, que escorou de cabeça para Liédson marcar.

Como que motivado pelo momentâneo revés, o Cruzeiro tomou conta do jogo, e, durante várias vezes, colocou seus jogadores cara a cara com o goleiro Felipe. E da insistência, veio o gol de empate, aos 18 minutos. Martinuncio puxou contra-ataque, cruzou na área, na cabeça de Everton. O lateral cabeceou no canto esquerdo de Felipe.

Com o gol, o Cruzeiro foi ainda mais para o ataque. Se às vezes errava nas finalizações, outras vezes contava com a noite inspirada do goleiro do Flamengo, que, em um lance, salvou duas vezes o gol após conclusões de Anselmo Ramon.

Muita emoção e polêmicas

Com Adryan em campo - Léo Moura saiu lesionado no final do primeiro tempo - o Flamengo ganhou mais velocidade pelo lado esquerdo de ataque. Em uma jogada do jovem meia, Ramon apareceu para soltar um bomba que passou por cima do gol do cruzeiro. O Cruzeiro também ameaçou várias vezes o gol do Flamengo. Em um lance, Montillo chutou colocado para linda defesa de Felipe.

Aos 20 minutos da segunda etapa, a primeira polêmica da partida. Após jogada de ataque do Flamengo, Ceará recuou a bola, de calcanhar, para o goleiro Fábio. O árbitro nada marcou. O time e a torcida ficaram na bronca com a arbitragem. Bronca essa, que iria aumentar após a invalidação do gol que seria o da vitória para o Flamengo. Aos 39 minutos, em cobrança de escanteio, a bola sobrou para Liédson que, em posição legal, tocou para o fundo do gol. A torcida e o time já comemorava quando o árbitro Daronco invalidou o lance. 

 

 

fonte:Goal

Nem crianças, nem adultos: o mito da adolescência

“Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Desde que me tornei homem, eliminei as coisas de criança.” 1 Coríntios 13.11

Imagina que você é o dono de uma empresa que tem um funcionário antigo. O cabra é gente fina até dizer chega, simpático que só. Todo mundo o adora, mas as vezes dá muito mole. Esquece de entregar um trabalho, ocasionalmente falta sem avisar, vive enrolado com alguma coisa. Ele até resolve o trabalho, mas não é algo digno de excelência… faz apenas algo que realmente deixa a desejar. Daí o dito cujo entra na sua sala um dia e pede um aumento, uma promoção, já que ele, afinal, está lá há tanto tempo. Conhecendo a sua falta de empenho, você daria a promoção? Colocaria mais responsabilidade nas mãos de alguém que já não consegue lidar com o que tem?

Durante a Segunda Guerra Mundial, países inteiros foram convocados para trabalhar. Homens, mulheres e crianças, famílias inteiras eram recrutadas para lutar desde as frentes da batalha até aquilo que chamavam de as frentes de casa, onde as mães e  os filhos trabalhavam nas fábricas produzindo armamentos e afins. Isso foi um erro dos piores possíveis, sem dúvida. Nesse processo todo, milhares de crianças foram forçadas a abrir mão da sua infância para se tornarem força tarefa na guerra dos adultos. Após a guerra, numa tentativa de corrigir os erros do passado, criou-se então a categoria dosteens (termo em inglês que se refere às idades de 13 a 19 anos: thirteen, fourteen, fifteen… nineteen). O que vem exatamente a ser então o teen? O teen, ou adolescente como os chamamos em português, é aquela pessoa que não é nem criança, nem adulto. É a idade durante a qual podemos desfrutar de uma liberdade para nos conhecer, descobrir como andar pelas com as próprias pernas para que, ao chegar à vida adulta, estejamos prontos para enfrentá-la. Esse é um argumento lógico que até faz sentido, até certo ponto. Temos então esses pequenos adultos / grande crianças que agora estão “livres”.

Tá, mas… então os adolescentes têm que começar a pensar como adultos, uma espécie de ensaio para a vida adulta. A minha pergunta é: ao olhar para o lado e ver uma centena de adolescentes via blogs, facebook, twitter, rádio, programas de TV, filmes e mais filmes… onde está o tal ensaio para a vida adulta? O que vemos são pessoas que tem carta branca para beber até cair, fazer besteira, zoar a vontade e por aí vai. Então… queremos “adultos em formação” que são tratados como crianças. E isso vem dos dois lados. Os pais e as autoridades não reconhecem no adolescente um potencial, não o respeitam e se quer o levam a sério. Logo, ele faz o que bem entende. O jovem, em contrapartida, atende às (baixas) expectativas que lhe são propostas. Meninas de 15 anos hoje se vestem como se fossem mulheres sensuais de vinte e poucos. E querem ser tratadas como adultas, afinal, o corpo já está pronto, não? Querem ter relações sexuais, e algumas já são até mães! E os garotos? Tá todo mundo malhadão, saradão, com cordaozão de prata. O objetivo maior da vida? Comprar o carro próprio… tunado. Com aro 18 de liga leve e sonzão no porta-malas. E então temos toda essa geração de crianças grandes. O que leva à próxima pergunta: isso começa aos 13 ou 14 anos e vai até… quando? Hoje temos adolescentes de 20, de 30, de 40 anos… querem continuar vivendo como crianças com a liberdade de adultos.

Você já ouviu o nome João Ferreira de Almeida? É altamente provável que a sua Bíblia em português tenha sido traduzida por ele. Ouvimos falar dos grandes reformadores da igreja que traduziam as escrituras enfurnados em bibliotecas, homens já de idade e experiência e sabedoria extensa. Dá um chute na idade com a qual João traduziu o Novo Testamento. SixTEEN!!!! Dezesseis anos de idade. Imagina um João hoje na sua turma. Os amigos estão matando aula pra jogar bola, correndo pra academia pra ficar bombadão, ou até em casa no computador vendo mais um vídeo de um gatinho engraçado, um clipe da Panicat raspando a cabeça ou um hino de louvor sincero se tornando motivo de piada nacional. Ele estaria no laptop dele em casa traduzindo a Palavra do Deus vivo, a única capaz de trazer esperança e vida eterna para a nossa natureza pecaminosa e condenada. Você tem noção do que é isso? “Mas, poxa, Andrew, pega leve, os tempos eram outros!” Pois é… realmente eram. Naquela época não vivíamos sob a ilusão do mito da adolescência. Naquela época, ou você tinha uma cabeça de criança ou de adulto, conforme vemos no texto de Paulo em 1 Co 13. Quando chegou à maturidade e se tornou adulto, ele “eliminou as coisas de criança”. Hoje, porém, temos crianças que querem agir como tal mas serem reconhecidos como adultos, com toda a sua liberdade e responsabilidade. Lembra do empregado irresponsável? Você poria essa responsabilidade toda nas mãos de alguém que nunca fez por merecer?

Em outro texto de Paulo, sua primeira carta a Timóteo:

“Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.” 1 Timóteo 4.12

Timóteo era um jovem sacerdote e Paulo fala que ele não poderia se deixar ser desprezado pelos mais velhos. Sim, isso depende da expectativa que os mais velhos têm de nós, mas quanto a nós, jovens… estamos fazendo por merecer? Agimos como crianças ou como adultos? Porque segundo Paulo, é um ou outro. Nós estamos agindo como empregados responsáveis dignos de uma promoção ou estamos cochilando esperando que alguém “enxergue o nosso potencial” e nos dê uma chance enquanto nos mostramos dignos de muito menos? A única parcela da sociedade hoje que reconhece o potencial dos jovens é o tráfico de drogas que os contrata para serem “aviõezinhos” e guerreiros e os cafetões que dão emprego a essas mulheres “de menor”.

Isso não é uma bronca, porque quem leva bronca é criança. Porém, faço questão de lhe dar um empurrão para que você caia da cadeira e abra os seus olhos! Deus lhe deu um vigor, uma força que você jamais terá novamente na sua vida. E você está usando isso para quê? Onde estão os homens e as mulheres que levarão o Evangelho para a próxima geração? Há, na grande maioria, apenas meninos e meninas brincando de ser adulto.

Se puder adquirir, recomendo um livro espetacular sobre o assunto. Chama-se Radicalize, publicado pela editora Mundo Cristão. Sim, você terá que gastar dinheiro parar comprar, mas lhe garanto que será de melhor proveito do que um lanche no McDonald’s, o último DVD de adoração gravado por sei lá quem ou mais um tênis ou salto alto. Foi de lá que tirei bastante do que falo nesse texto. Foi escrito por americanos, logo, os exemplos vêm de lá. Mas também temos o nosso exemplo do João Ferreira de Almeida, que era português, o “adolescente” cujo trabalho permitiu que eu e você tivéssemos acesso à Palavra de Deus.

“Andrew, pegou pesado. Pra quê isso?” Pra quê? Para que você comece a viver a sua vida hoje! Para que comece a ser tudo que você pode ser, mesmo que ninguém tenha essa expectativa a seu respeito! Para que você abrace o verdadeiro Evangelho de Cristo e viva de maneira plena para a honra e glória do nome dEle! Pois enquanto brincamos de ser adultos assistindo Pânico na TV ou mais uma novela ou compartilhando mais um meme de troll face ou assistindo pela enésima vez o vídeo “Para a nooooossa alegria”, há alguém no inferno que sorri contente e satisfeito com a passividade e mediocridade dessa geração.

A Igreja não está morrendo somente porque os pastores estão se desviando ou outros tantos escândalos. A Igreja está condenada à morte por conta do fato de que os jovens que deveriam garantir a transmissão do Evangelho de Cristo estão deixando que suas vidas sejam roubadas e suas cabeças estupradas por uma mentalidade que é motivo de vergonha diante da Cruz de Cristo.

E então… o que você vai fazer diante disso?



Fonte: Blog do Andrew

Produção de petróleo no Brasil crescerá 40% em cinco anos

Relatório da Agência Internacional de Energia diz que avanço do Brasil será o terceiro mais expressivo entre os países de fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo

 

 

A produção brasileira de petróleo deve crescer 800 mil barris por dia até 2017. A projeção foi anunciada na sexta-feira em Paris pela Agência Internacional de Energia (AIE). Segundo o "Relatório de Mercado de Médio Prazo 2012", o avanço do Brasil será o terceiro mais expressivo entre os países de fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).
"O Brasil vai adicionar 0,8 milhão de barris por dia, em sua maioria em águas profundas", disse o diretor de mercados energéticos da AIE, Keisuke Sadamori, ao apresentar o documento por teleconferência. Em agosto, segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), o Brasil produziu 2,006 milhões de barris por dia. Pelas projeções da AIE, a extração diária deve crescer cerca de 40% em cinco anos.
Fora da Opep, o aumento da extração no Brasil está atrás do Canadá (produção adicional de 1,1 milhão de barris/dia) e dos Estados Unidos (3,3 milhões de barris/dia até 2017). A entidade diz que essa recuperação dos EUA e do Canadá e o avanço brasileiro compõem um cenário de mudança no jogo de forças na oferta de petróleo.
"Para os próximos cinco anos, haverá importante reequilíbrio no aumento de produção dos países de fora da Opep, com as Américas responsáveis pela vasta maioria desse incremento", cita o documento. "Além dos EUA e do Canadá, o pré-sal brasileiro e a Colômbia devem contribuir", diz o texto, ao comentar que países da antiga União Soviética devem perder fôlego na alta de produção.
Entre os tradicionais fornecedores de petróleo, a agência prevê que o Iraque deve liderar o aumento da extração com cerca de 2 milhões de novos barris por dia até 2017. Líbia e Emirados Árabes vão contribuir com cerca de 1,3 milhão de barris e 900 mil barris/dia, respectivamente. De volta às Américas, a AIE cita que a Venezuela, país que faz parte da OPEP, deve apresentar "crescimento marginal na produção".
"O País não deve superar os desafios no período, mesmo com eventual mudança no poder político", cita o documento. No domingo, a Venezuela reelegeu o presidente Hugo Chávez. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: IG

Ação do Bope deixa cinco suspeitos mortos no Rio


Cinco suspeitos de tráfico foram mortos por policiais militares do Bope (Batalhão de Operações Especiais) durante tiroteio no morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na zona norte do Rio, por volta das 4h deste sábado.

A PM afirma ter recebido uma denúncia de que traficantes do Complexo de Manguinhos, comunidade da mesma região que será ocupada pelas forças de segurança na madrugada deste domingo, haviam fugido para o Juramento. Ao chegar ao morro, os policiais foram recebidos a tiros e revidaram, diz a PM. Cinco suspeitos foram atingidos e chegaram a ser encaminhados ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, onde morreram.

Foram apreendidas uma submetralhadora, três pistolas e três granadas. O caso foi registrado na 38ª DP (Brás de Pina).

A PM admite a possibilidade de traficantes de Manguinhos tentarem fugir da região antes da ocupação, que precede a instalação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na comunidade.

Fonte: Dgabc

Ronaldo Fenômeno faz noitada em Londres

    
Ronaldo Fenômeno entre Jana Mello e Leo Belicha em Londres /Foto: Reprodução


Ronaldo Fenômeno foi a atração no clube Cirque du Soir, no Soho, em Londres, nessa quarta-feira (10). A boate tem ambientação de circo e performances ao vivo durante as noitadas. Os modernos costumam frequentar o bar e Ronaldo encontrou dois fãs, a brasileira Jana Mello, colaboradora da revista eletrônica SuperSuper Magazine, e o estilista Leo Belicha.
O ex-craque ganhou destaque no jornal inglês Daily Mail, que fez um artigo sobre sua participação no quadro Medida Certa, do Fantástico. A matéria foi capa do caderno de entretenimento depois de Ronaldo mostrar resultados de perda de peso. Antes da noitada, ele só comeu comidinhas leves num restaurante da capital inglesa.

LEIA MAIS                                           Fonte: Revista Época Globo

Lagarde defende tipo e ritmo de ajustes fiscais adaptados aos países

Para diretora do FMI, ajuste fiscal deve ter política monetária flexível.
Comitê Monetário e Financeiro se reuniu neste sábado (13) em Tóquio.

 

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, disse neste sábado (13) que é necessário que as economias avançadas realizem um "ajuste fiscal a médio prazo crível", com "ritmo e tipo de medidas" adaptados a cada país.
Em entrevista realizada após a reunião do Comitê Monetário e Financeiro do (FMI) em Tóquio, no Japão, Lagarde considerou que as medidas de ajuste fiscal não são suficientes por si sós, devendo estar acompanhadas de "uma política monetária flexível e reformas estruturais."
Lagarde afirmou que a reunião "deu muita atenção" ao ajuste fiscal, que deve ser "adaptado" a cada país, "especificamente" às bases de cada economia.
Christine Lagarde fala a jornalistas após reunião do FMI em Tóquio neste sábado (13) (Foto: Stephen Jaffe/afp)

A economista francesa destacou que o Comitê do FMI, encarregado de delinear as políticas do organismo, expressou em sua reunião um compromisso "muito forte" com a implementação das políticas destinadas a melhorar o cenário.
Quanto à reforma do sistema de cotas do FMI para ampliar a capacidade de poder de voto e o acesso a financiamento dos países emergentes, Lagarde assegurou que "foram dados passos importantes".
O objetivo dos países em desenvolvimento, entre eles o Brasil, é passar a figurar entre as dez nações com mais influência no organismo.
Ao término do encontro do Comitê do FMI, integrado por 24 representantes dos 188 países-membros do organismo, Lagarde também destacou que atualmente, após o aumento dos recursos do organismo em US$ 461 bilhões em abril, a 'rede de segurança mundial' do Fundo é "real, não uma ilusão".
Por sua parte, o presidente do Comitê, o cingapuriano Tharman Shanmugaratnam, assegurou que perante a desaceleração do crescimento global se faz necessária uma aplicação "efetiva e a tempo" das "medidas-chave" para devolver a confiança.
Neste sentido, assegurou que os "progressos significativos" na zona do euro não descartam a necessidade de medidas adicionais, enquanto considerou "essencial" que os Estados Unidos façam progressos para "assegurar a sustentabilidade fiscal".
Comunicado
Em comunicado divulgado depois da reunião, o FMI afirmou que os países ricos devem, com suas políticas fiscais, equilibrar a doutrina da austeridade favorecendo o crescimento econômico se desejam sair da atual crise.
"A política fiscal deveria ser calibrada adequadamente, de uma forma que favoreça o crescimento assim que possível", afirma o comitê, responsável por definir as grandes orientações políticas do FMI, que ao lado do Banco Mundial celebra esta semana em Tóquio a assembleia anual.
O FMI se posiciona desta forma após dias de disputa entre aqueles que, liderados pela Alemanha, defendem mais austeridade para sair da crise da dívida e os que consideram a necessidade flexibilizar esta doutrina para não asfixiar as economias europeias.
Em um alerta aos Estados Unidos, o comunicado afirma que a maior economia mundial deve resolver o problema do chamado "precipício fiscal", uma combinação de aumentos de impostos e redução do gasto público que pode afetar o país no próximo ano e que, segundo analistas, poderia destruir a recuperação econômica.
Banco MundialO presidente do Banco Mundial (BM), Jim Yong Kim, afirmou neste sábado que em seu mandato espera que a instituição se transforme em "um banco de soluções" para os países em desenvolvimento.
Após a reunião realizada pelo Comitê de Desenvolvimento do BM e o FMI, Kim prometeu "um claro fluxo de ideias do norte e do sul sobre como aplicar de maneira mais efetiva serviços aos mais necessitados".
Kim, que assumiu seu cargo em julho, disse que "o entorno econômico é duro e muito desconcertante" e lembrou que atualmente há cerca de um bilhão de pessoas que vivem em "absoluta pobreza".
Sobre a falta de ampliação de fundos na entidade, o americano disse que o organismo se encontra em "muito boa situação financeira", que o manejo dos recursos foi efetivo e que por enquanto correspondem à demanda da entidade.
O presidente do BM ressaltou que o Comitê trabalha para superar "os desafios de melhorar a prevenção e a resposta" em caso de catástrofe natural de países em desenvolvimento.
A instituição estabeleceu um mecanismo de redução de catástrofes para que "o dinheiro esteja disponível" de maneira imediata, "como um seguro imediato" em caso de tragédias.


 Fonte: G1

Bolsas dos EUA fecham em queda nesta sexta-feira

Negociações desta sexta-feira tiveram peso dos papéis do setor financeiro.
'Orientação é de cautela, pessoas estão tirando seu dinheiro', diz analista.

 



As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em queda nesta sexta-feira (12).
O índice Standard & Poor's 500 caiu 0,30%, para 1.428 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq recuou 0,17%, para 1.093 pontos. O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, teve leve variação positiva de 0,02%, para 13.328 pontos.
O índice S&P 500 registrou sua pior semana em quatro meses, com a sessão desta sexta-feira sob o peso dos papéis do setor financeiro, com resultados do Wells Fargo e do JPMorgan reforçando preocupações de margens de lucro menores para grandes bancos.
O indicador encerrou pouco acima de sua média-móvel de 50 dias, apenas o suficiente para evitar entrar no fim de semana com uma bandeira vermelha flamulando sobre o mercado. O indicador caiu 2,2% no período, registrando seu pior desempenho semanal desde o período encerrado no primeiro dia de junho. O Dow Jones perdeu 2,1% no acumulado, e o Nasdaq, 2,9%.
As ações do Wells Fargo caíram 2,6%, para US$ 34,25, e as do JPMorgan Chase & Co perderam US$ 1,1, para US$ 41,62, enquanto aumentam as preocupações sobre sua baixa margem líquida de juro, que poderia diminuir ainda mais se o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) manter suas taxas de juros próximas de zero.
Um dia de negociações sem brilho foi registrado em Wall Street mesmo com o Wells Fargo e o JPMorgan reportando lucro recorde.
"As ações do setor bancário fazem parte de um grupo que teve um bom avanço neste ano até agora", avaliou o diretor de operações da ICAP Equities em Nova York Ken Polcari. "A orientação é de cautela, então as pessoas estão tirando seu dinheiro das negociações", completou.
Os resultados corporativos desta sexta-feira provocaram uma onda de liquidações em outros papéis do setor bancário. O índice do setor financeiro no S&P, com baixa de 1,4%, obteve o pior desempenho entre os 10 principais setores do indicador.
As expectativas são baixas para a temporada trimestral de balanços. Os lucros devem cair 3% em relação aos anunciados há um ano.
 Fonte: G1

 

Mega-sena acumulada pode pagar R$ 35 milhões neste sábado

Sorteio ocorre às 20h na cidade de Toledo, no Paraná; aposta mínima é de R$ 2 e pode ser feita até às 19h em qualquer lotérica do País

 

 



A Caixa Econômica Federal sorteia, neste sábado (13), o concurso 1.433 da Mega-Sena. O prêmio previsto é de R$ 35 milhões. O sorteio será realizado às 20h (horário de Brasília), no Centro de Eventos Ismael Sperafico, em Toledo, Paraná. A aposta mínima é de R$ 2 e pode ser feita até as 19h em qualquer uma das mais de 11,6 mil lotéricas do Brasil.
No último sorteio, realizado na quarta-feira, ninguém acertou as seis dezenas. Cento e vinte e quatro apostadores acertaram a quina e levaram R$ 24.792,19 cada um. Outras 10.268 apostas acertaram a quadra e ganharam R$ 427,71 cada.
Bolão nas lotéricas
Desde o início desta semana, apostadores já podem registrar suas apostas por bolões oficiais , em que grupos de amigos podem fazer suas apostas em conjunto, concorrendo todos com as apostas do grupo, mas recebendo o prêmio individualmente.

 

 

Fonte:IG